ROTEIROS POR REGIÕES DE LONDRES

O QUE FAZER EM LONDRES :: COVENT GARDEN E SOHO

COVENT

Fonte: coventgarden.london

Artistas de rua, intenso comércio, bares e casas noturnas fazem do bairro Covent Garden um dos mais reconhecidos de Londres. Conheça a Seven Dials, rotatória com a junção de sete ruas. Visite Neal’s Yard, um lugar super charmoso que se tornou um centro de produtos naturais.

No mesmo bairro, também fica o Royal Opera House, um teatro de 1728 que é sede do Royal Opera e do Royal Ballet. Passando o teatro pela Russell Street, você chegará ao Covent Garden Market. O mercado que começou sua história com venda de frutas e vegetais, hoje, se tornou um importante centro de conveniência e lazer com bares, restaurantes, artesanato e artistas de rua.

Para quem curte museus, em Covent também está o London Transport Museum. O lugar apresenta todos os aspectos relacionados com o transporte londrino. O museu funciona diariamente, das 10h às 18h, e a entrada é paga. No lado ocidental da praça, fica a St. Paul’s, uma das maiores igrejas do mundo. Nela, foi celebrado o casamento da princesa Diana com o príncipe Charles. Para conhecer o lugar, é necessário comprar ingresso, e as visitas acontecem de segunda a sábado, das 8h30 às 16h30.

SOHO

Fonte: travelinglens.me

Conhecido como o bairro liberal, o Soho é um dos bairros mais famosos de Londres. De manhã, ele é reconhecido por seus restaurantes de diversas nacionalidades e, à noite, por seus bares e danceterias que misturam pessoas dos mais variados estilos. É nesse bairro que ficam a Chinatown londrina e também uma das praças mais famosas e imperdíveis da região, a Leicester Square.  A praça concentra os maiores cinemas da cidade, além de pubs e teatros.

Leicester Square / Fonte: london-sightseeing.net

O QUE FAZER EM LONDRES :: PICCADILLY

Entre Mayfair e Soho, está Piccadilly Circus, um dos pontos mais fotografados de Londres. Parada obrigatória para quem visita a cidade, a praça está localizada no cruzamento das ruas Regent Street, Shaftesbue Avenue, Piccadilly Street e Haymarket Street. Com o poder de reunir muitas pessoas e também muita agitação, é conhecida pelos “Piccadilly Lights”, painéis gigantes luminosos de publicidade.

Percorrendo a rua Piccadilly, você passará pela Igreja St. James Piccadilly e também pela Fortnum and Mason. A loja de departamentos de 1707 é fornecedora da família real.  Ainda na Piccadilly, está a Royal Academy of Arts, uma instituição de 1768 criada para promover a arte e o design e que abre de segunda a domingo, das 10h às 18h. Entrada paga.

O QUE FAZER EM LONDRES :: MAYFAIR

Um dos bairros mais chiques de Londres, Mayfair é uma região de hotéis cinco estrelas e lojas de luxo. Nele está a Cork Street, onde se concentram galerias de arte. No final dessa rua, você chegar a Bond Street, rua da alta costura, lojas de grife e joalherias. Alguns outros pontos de interesse nas ruas perpendiculares à Bonde Street são a St. George’s Church, igreja que começou a ser construída em 1721,e o Handel House Museum, onde viveu George Friedrich Handel. Alguns séculos depois, o guitarrista Jimi Hendrix residiu ao lado do museu  (marcado por uma placa comemorativa).

Ainda em Mayfair fica a Oxford Street, a rua mais comercial da capital, com lojas de souvenirs, lojas de departamentos e de marcas conhecidas como John Lewis, H&M, Zara, Adidas, Gap e muitas outras. Prepare o bolso para deixar algumas libras nessa rua!

Oxford Street / Fonte: thelondoneconomic.com

O QUE FAZER EM LONDRES :: MARYLEBONE

Ao contrário da movimentadíssima e comercial Oxford Street, o bairro de Marylebone é tranquilo como um vilarejo. Nesse bairro, estão também diversas galerias de arte, como a Wallace Collection.

A Marylebone High Street, rua principal do bairro, é cheia de butiques, livrarias, cafés e delicatessen. Ao final dessa rua, você chegará à Marylebone Road, rua onde está localizado a Royal Academy of Music. No lugar, são realizados concertos, em sua maioria gratuitos, e também existe um museu com instrumentos históricos. No lado oposto, fica a igreja St. Marylebone.

Perto da igreja, fica o famoso museu de cera Madame Tussauds. São esculturas muito próximas da realidade, sendo a maior parte delas de celebridades, colocadas em ambientes temáticos e interativos. Esse é o museu principal, pois também existem filiais espalhadas pelo mundo. Um lugar divertido que vale a visita.

Ainda na região, caminhe até a Baker Street, onde fica o Sherlock Holmes Museum. No lugar foi recriada a casa do famoso detetive ficcional. A entrada é paga, e o museu funciona todos os dias, das 9h30 às 18h.

O QUE FAZER EM LONDRES :: REGENT’S PARK

Um dos mais belos parques de Londres, o Regent’s Park foi projetado pelo arquiteto John Nash em 1811, contratado pelo príncipe regente.  Tornou-se sede do zoológico local, o London Zoo, que funciona diariamente, das 10h às 16h (entrada paga).

London Zoo / Fonte: zsl.org

Ainda no parque, visite o Queen Mary’s Gardens, um jardim com uma variedade de rosas e jardins aquáticos.  Não deixe de passar também pelos lagos do parque.

 O QUE FAZER EM LONDRES :: BLOOMSBURY

Bloomsbury é a área intelectual da cidade, com uma atmosfera cultural e acadêmica. No seu norte, estão os terminais ferroviários de Euston, St. Pancras e King’s Cross.

Atualmente, tal atmosfera cultural é reforçada pela presença do British Museum, considerado um dos museus mais antigos do mundo (aberto em 1759). Em seu acervo, estão peças que contam a história das conquistas da humanidade desde o início da história. A entrada é gratuita e o museu funciona diariamente, das 10h às 17h30 (às sextas até as 20h30).

Visite também a Museum Street, rua cheia de livrarias e galerias. Nela também está o Cartoon Museum, uma ótima pedida para quem curte o universo de cartoons, caricaturas e animações (entrada paga). Próximo ao museu, fica a St. George’s Bloomsbury, igreja de 1731 projetada em estilo barroco.

Na região, você ainda pode visitar o Charles Dickens Museum, um dos lugares onde viveu o autor enquanto escrevia Oliver Twist (entrada paga) e mais outros museus como o  Foundling Museum, Percival David Foundation of Chinese Art (Museu da Universidade de Londres) e o Petrie Museum of Egyptian Archaeology.

O QUE FAZER EM LONDRES :: HOLBORN E OS INNS OF COURT

Pubs antigos, lojas seculares e igrejas históricas. Essa região, que muitas vezes foi descrita nos romances de Charles Dickens, é dominada por jornalistas e advogados. Lá, stiuam-se algumas igrejas como a St. Bride’s , a St. Dunstan-in-the-West e a St. Clement Danes, além dos museus Sir John Soane’s Museum e Hunterian Museum, e da Courtauld Gallery. Esta última fica na Somerset House, que possui um pátio externo, onde no verão acontece cinema ao ar livre e, no inverno, um rinque de patinação. Aproveite o passeio pela área para visitar a Lincoln’s Fields, a maior praça de Londres.

O QUE FAZER EM LONDRES :: CITY OF LONDON

A City of London, também chamada de City, é um distrito e centro  financeiro do Reino Unido. A estação de metrô mais próxima para chegar é a Tower Hill.

Apesar de a região abrigar modernos arranha-céus como o the Gherkin, famoso prédio em forma de ogiva, nela também situam-se algumas das construções mais antigas de Londres, como a Tower of London e a St. Paul’s Cathedral. A torre teve seu início de construção em 1078 e está aberta para visitação de terça a sábado, das 9h às 16h30, e domingos e segundas, das 10h às 16h30 (entrada paga).

Ao lado da Torre de Londres, está a Tower Bridge. A ponte mais famosa e fotografada de Londres foi concluída em 1894. Observe que em alguns momentos do dia ela se abre para que as grandes embarcações do Tâmisa passem. Aproveite para cruzar a ponte a pé e ver a cidade de novos ângulos. Para conhecer mais a história dela, você pode visitar a Tower Bridge Exhibition  (entrada paga).

A seguir, inclua uma parada na St. Katharine’s Dock, lugar ideal para um café ou drinque voltados à marina. Ainda há muito o que ver em City, como o The Monument, ou Monumento ao Grande Incêndio de Londres, o museu do Bank of England e a Guildhall Art Gallery, galeria de arte ao lado do Guildhall, sede da prefeitura da City of London (sim, o distrito tem sua própria prefeitura!).

Na região, mais precisamente na Aldersgate Street, está o Museum of London, que conta a história de Londres, com galerias do período romano, medieval e outras que mostram quando a cidade foi atingida pela guerra e pelo fogo.O museu funciona diriamente das 10h às 18h, e a entrada é gratuita.

Conheça também o One New Change, um shopping de três andares de lojas e restaurantes que possui uma cobertura com vista incrível da St. Paul’s Cathedral.

A noroeste do Museu de Londres encontra-se o Barbican Centre, um complexo de sala de concerto, teatro, cinema,  galeria de arte e biblioteca.

O QUE FAZER EM LONDRES :: SOUTH BANK

Região de entretenimento e comércio no centro de Londres, South Bank também é cheia de atrações.  Um diferencial que convida ao passeio é a possibilidade de caminhar ao longo da margem sul do rio Tâmisa. A estação de metrô mais próxima para começar essa caminhada é a Waterloo.

Comece seu passeio em Country Hall, um enorme edifício que abriga hotel, galeria de arte, restaurantes e um aquário. O London Aquarium é um excelente programa para crianças. Funciona durante a semana, das 10h às 18h, e fins de semana, das 9h30 às 19h (entrada paga).

Siga para um dos grandes ícones de Londres, a London Eye. A roda-gigante é considerada a maior do mundo e garante vista incrível da cidade em seus 30 minutos de duração. A entrada é paga e, dependendo da época do ano, o ideal é que reserve seus tickets através do site. Verifique aqui o horário de funcionamento, que varia ao longo do ano.

Conheça também o Southbank Centre, um dos maiores complexos de arte do mundo. São diversos restaurantes, salas de concerto (Royal Festival Hall, Queen Elizabeth Hall e Purcell Room) e galeria de arte (Hayward Gallery).

Ainda nesse trecho, estão o National Theatre, que abriga três teatros em seu interior, e a Tate Modern.

Tate Modern

Uma das regiões mais históricas de South Bank, o bairro Bankside é uma atração para os fãs de William Shakespeare. Isso porque lá fica o Shakespeare’s Globe, uma réplica do Globe Theatre de 1599. E ao lado do teatro estão o Shakespeare’s Globe Exhibition e o The Rose Exhibition com uma exposição permanente sobre a história do lugar. Entrada paga para ambas as atrações.

Ainda seguindo os passos de Shakespeare, nessa área está a igreja que ele frequentava, a Southwark Cathedral. Hoje existe um monumento em sua memória. Na parte coberta da catedral, encontra-se o Borough Market, com diversas barracas de alimentos frescos, produtos gourmet e de diferentes nacionalidades. Ele funciona de segunda a sábado em horários variados, sendo segunda e terça os dias menos indicados para visita, já que funciona apenas o mercado atacadista. Clique aqui para consultar o horário do dia em que vai visitar.

Fonte: eater.com

Na Tooley Street, fica o London Dungeon, que é uma mistura de “trem” fantasma com aula de história. Isso porque ele conta a história de episódios  trágicos da história de Londres de forma assustadora. Tem também personagens como Jack Estripador e Sweeney Todd.

Fonte: cdn.getyourguide.com

O QUE FAZER EM LONDRES :: HYDE PARK E KENSINGTON GARDENS

Atração imperdível em Londres, o Hyde Park foi aberto ao público em 1637. A dica aqui é se perder nesse parque, caminhando por toda a sua extensão. Alguns pontos de interesse do parque são: o Lago Serpentine, a Boathouse (lugar para contratação de pedalinhos ou barco) e o Princess Diana Memorial Fountain.

Conheça também o Kensington Gardens, parque que fica ao lado do Hyde Park e é um dos Parques Reais de Londres. Alguns pontos de interesse são: Serpentine Gallery (um pavilhão com exposições de arte moderna e contemporânea), o Royal Albert Hall (espaço para espetáculos) e Kensington Palace. Este último é uma residência real e tem sido usado pela família real britânica desde XVII.

Visite os jardins do palácio e o Diana, Princess of Wales Memorial Playground, parquinho para crianças em memória da princesa.

O QUE FAZER EM LONDRES :: SOUTH KENSINGTON E KNIGHTSBRIDGE

Nessa região, encontram-se três importantes museus de Londres. O primeiro deles é o Victoria and Albert Museum, aberto em 1852 e considerado o maior museu de artes decorativas e design do mundo. A estação de metrô mais próxima é a South Kensington. O museu tem entrada gratuita e funciona diariamente, das 10h às 17h45, e às sextas-feiras até as 22h .

O próximo museu da região é o Natural History Museum, um dos mais visitados da cidade que recebe mais de cinco milhões de visitantes todo ano. Localizado em um prédio histórico de 1881, abriga mais de 80 milhões de espécies  que abrangem bilhões de anos. Além disso, ele chama a atenção pelos famosos esqueletos de dinossauros e é reconhecido mundialmente por seu centro de pesquisa. Sua entrada também é gratuita e o museu funciona diariamente, das 10h às 17h50.

Excelente atração para quem viaja com crianças é o Science Museum, um museu que conta a história das grandes invenções e da ciência. Dentro dele, há também um cinema Imax. Abre diariamente, das 10h às 18h e a entrada é gratuita (algumas atrações são cobradas).

Já na região de Knightsbridge está a Brompton Oratory, igreja em estilo barroco e é também onde ficam as famosas lojas de departamentos Harrods e Harvey Nichols.

O QUE FAZER EM LONDRES :: NOTTING HILL

O bairro não é só famoso pela atuação de Julia Roberts e Hugh Grant em Um Lugar Chamado Notting Hill. O lugar é cheio de casinhas lindas, pintadas de diferentes cores e também de lojas, sem falar da charmosa feira de antiguidades. Caminhe pela Portobello Road e se perca nas diversas barracas. O melhor dia para visitar a feira é sábado, pois todas as barracas estão abertas, e quando estiver quase encerrando, fica mais fácil pechinchar produtos por bons preços.

Fonte: lonelyplanet.com

Se você é fã do filme, vá até a Travel Bookshop, na rua Blenheim Crescent, que serviu de inspiração para a livraria do filme.

O QUE FAZER EM LONDRES :: PARQUE OLÍMPICO

Como legado das Olimpíadas de Londres 2012, o parque foi aberto ao público com o nome de Queen Elizabeth Olympic Park. O complexo esportivo conta com estádios, parque aquático, velódromo, quadras e também muitas opções de lazer. No Lee Valley VeloPark, por exemplo, qualquer um pode pedalar, mesmo quem não tem bicicleta. Clique aqui para mais informações.

Fonte: londonist.com

Para as Olimpíadas, foi construído pelo escultor Anish Kapoor e pelo engenheiro Cecil Balmond o ArcelorMittal Orbit, uma das maiores obras de arte públicas do Reino Unido. Recentemente, a instalação passou a oferecer um brinquedo, concebido por um artista belga, o The Slide. Trata-se de um escorregador gigante com 76 metros de altura e comprimento total de 178 metros. Veja mais detalhes dessa atração, clicando aqui.

Orbit / Fonte: globalmousetravels.com

O QUE FAZER EM LONDRES :: TOUR HARRY POTTER

Quem é fã de Harry Potter não pode perder esse tour pelos Estúdios Warner Bros.  O tour dura aproximadamente três horas, e os ingressos devem ser comprados com antecedência pela internet. Saiba mais sobre os efeitos especiais dos filmes, conheça os bastidores, veja de perto objetos usados e visite diversos cenários.

Fonte: wbstudiotour.co.uk

Você pode chegar ao estúdio de ônibus, pois ele está localizado em Leavesden, a noroeste do centro de Londres. Watford Junction é a estação de trem mais próxima. Dela, você pode optar por um ônibus especial que leva os turistas até o estúdio e custa £ 2,50 libras (ida e volta).

Além disso, você pode optar por fechar o passeio já com transporte incluído. A empresa Golden Tours oferece pacote com ingresso + transporte ou apenas transporte.

Ingressos: £39 (adultos) , £31 (menores de 16 anos) e grátis (menores de 4 anos).

banner_mododica_

banner_mododica_

Posts Relacionados