FAZENDA SÃO BENTO – ALMÉCEGAS I | ALMÉCEGAS II | SÃO BENTO

Fazenda São Bento está localizada na estrada entre as vilas de São Jorge e Alto Paraíso de Goiás. A charmosa propriedade particular abriga três cachoeiras: Almécegas IAmécegas II e São Bento.

Na entrada da fazenda é possível optar por fazer o pagamento para conhecer as três cachoeiras ou apenas a São Bento. Nem pense em deixar de conhecer as outras duas, pois são as mais bonitas do roteiro.

A trilha para Almécegas I é leve e possui cerca de 1,5 km (ida). A sinalização é ótima e a primeira parada acontece em um belo mirante, onde é possível contemplar a enorme queda da Almécegas I, cercada por pedras e muita energia.

Mirante Almécegas I

Continue a trilha e alcance a magnífica cachoeira. O poço formado pela queda d’água é bem fundo, proporcionando um banho maravilhoso.

Almécegas I

Essa cachoeira é uma das mais incríveis da Chapada e o seu acesso é relativamente fácil, principalmente quando comparado com as demais opções do destino.

Após nadar bastante em suas águas transparentes, retorne na trilha até uma bifurcação, onde verá as placas apontando para as corredeiras, a cabeceira da cachoeira Almécegas I.

Almecegas I – Corredeiras

O lugar é calmo e uma ótima opção para descansar e tirar várias fotos.

Retorne ao início da trilha, pegue o carro e siga até o estacionamento da Almécegas II. A trilha é curta (400 metros) e fácil. A cachoeira é bem mais baixa do que a vizinha, mas também possui sua beleza peculiar.

Almécegas II

Almécegas II

Almécegas II

Por último, não deixe de passar na São Bento, que fica bem próxima da entrada da fazenda. A caminhada é bem leve (cerca de 5 minutos) e a pequena cachoeira tem um poço com água mais escura. Por ser de fácil acesso, a atração fica mais cheia do que as demais.

São Bento

Se você não tiver tempo para visitar as três, tire da rota a São Bento, por ser a menos interessante. Se for necessário escolher apenas uma, fique com a Almécegas I, a cachoeira mais impressionante da fazenda.

Endereço: GO 239 – Km 8 – Alto Paraíso de Goiás.

Horário de funcionamento: 8h às 17h. | Preço: Três cachoeiras (R$ 30) | São Bento (R$ 10) | Almecegas I e II  (R$ 20).

Trilha: São Bento: 100 mt | Almécegas I: 1,8 km | Almécegas II: 300 mt.

CATARATA DOS COUROS

A Catarata dos Couros é uma sequência de cachoeiras, corredeiras e límpidos poços. Está localizada a 53 km de Alto Paraíso de Goiás e as suas quedas fazem o coração dos turistas bater mais forte.

A entrada é gratuita e o visitante precisa percorrer uma trilha de 4 km, considerando a ida e a volta. O nível é moderado, mas o trajeto possui subidas íngremes com pedras.

A primeira parada é na Cachoeira da Muralha. Sua grandiosidade é tanta, que é impossível não ficar admirando tamanha beleza. Seus paredões de pedra são envolvidos por lindas cascatas de água, formando uma espécie de cortina.

Cachoeira da Muralha

O banho nessa área é indicado e pode ser uma opção bem refrescante. Como a Almécegas 1000 é a mais procurada do percurso e o espaço para se acomodar não é tão grande, siga a trilha e deixe para curtir a Muralha no final do passeio. Com certeza, o banho vai ser ainda mais revigorante após o esforço da caminhada.

Um dos pontos positivos da trilha é que, na maior parte dela, o visitante vai margeando o Rio dos Couros. A cada passo, uma nova paisagem é desvendada. Diferente de muitas trilhas da Chapada onde só é possível caminhar em meio ao cerrado, na Catarata dos Couros, a caminhada é bem interessante.

Cenários pela trilha

A segunda parada é na Almécegas 1000. Primeiro você poderá contemplar a queda d’água do alto da cachoeira. Tenha cuidado, pois essa área pode ser bem perigosa. Aprecie com cautela esse fenômeno da natureza.

Cabeceira Almécegas 1000

A trilha continua e um mirante para contemplação da Almécegas 1000 estará no seu caminho.

Mirante Almécegas 1000

O segundo ponto para banho surge na queda da Almécegas. Nesse momento, você tem a certeza de que a trilha valeu a pena. As pedras dão a possibilidade de ficar bem à vontade nas margens da cachoeira, curtindo esse lugar tão maravilhoso.

Ponto para banho – Almécegas 1000

Quem curte doses de adrenalina não pode deixar de saltar da Cachoeira Franja. Das margens da própria Almécegas 1000, o visitante tem a chance de saltar de uma altura de 10 metros.

Cachoeira Franja – Mergulho após salto

Após o salto, nade até as margens à frente e contemple do alto a Cachoeira Bujão. A trilha tradicional só permite que os turistas cheguem até esse ponto. Se você curte turismo de aventuras, entre em contato com a empresa Travessia. Eles possuem pacotes de canionismo, que possibilita descer de rapel a Cachoeira Bujão, além de chegar até a última, conhecida como Parafuso.

Dicas:

– O almoço pode ser feito na própria fazenda, mas deve ser encomendado com antecedência no estacionamento. Não espere nada muito elaborado. A comida é simples e você vai encontrar arroz branco, feijão, farofa, frango, carne, aipim e salada. Se você for vegetariano, é possível solicitar ovo frito, feito pelas cozinheiras do local.

Almoço simples – Catarata dos Couros

O valor fica em torno de 30 reais por pessoa e é servido no sistema à vontade.  O almoço só começa a ser servido a partir das 15h e termina por volta das 17h.

– A contratação do guia é opcional, mas a recomendação é que o percurso seja guiado. Além de poder contar com a experiência do guia local no momento da trilha, o turista acaba aprendendo informações interessantes sobre o local. Um outro ponto importante é que não existe uma boa sinalização para chegar à atração e o sinal do celular é inexistente. Com o guia, você chegará facilmente à Catarata e poderá curtir com segurança o passeio.

Endereço: Alto Paraíso de Goiás – GO, 73770-000. De Alto Paraíso, são 18 km de asfalto no sentido Brasília, além de mais 35 km de estrada de terra.

Horário de funcionamento: 8h às 17h. | Preço: R$ 20,00.

Trilha: 2 km.

PÔR DO SOL EM UM CAMPO – CHUVEIRINHO DO CERRADO

O chuveirinho do cerrado é um dos símbolos da Chapada junto com a Canela da Ema, além de ser uma das mais lindas flores da região.

Contemplar o pôr do sol em um campo repleto das flores pode ser uma das coisas mais especiais da sua visita.

Se você estiver hospedado em Alto Paraíso, é interessante combinar a visita no dia que você for conhecer a Catarata dos Couros. Não existe sinalização até o campo, portanto você só conseguirá fazer a visitação com a presença de uma guia.

VALE DA LUA

O Vale da Lua é um dos lugares mais visitados e característicos da Chapada dos Veadeiros. A formação rochosa com aparência de uma paisagem lunar é incrivelmente bela e pode ser alcançada por uma trilha fácil de 600 m.  Ao chegar ao local, é impossível não se questionar como aquele conjunto de rochas surgiu.

Formado há 600 milhões de anos, o vale alterna tons de cinza na superfície e, como foi esculpido pelo rio São Miguel, ficou com aparência semelhante à das crateras lunares.

 

O cenário mistura formações rochosas, corredeiras, águas transparentes e piscinas naturais entre grutas, túneis e fendas.  Já deu para imaginar o motivo do lugar ser tão famoso, certo?

Endereço: Acesso pela estrada para Alto Paraíso de Goiás. São 9 km de terra.

Horário de funcionamento: 7h/17h30. | Preço: R$20,00.

Trilha: 600 mt.

CACHOEIRA DO SEGREDO

Essa preciosidade está escondida no meio da mata e possui um imenso paredão de mais de 100 m de altura. O efeito da água escorrendo é parecido com um véu de noiva, formando um lindo poço. Para apreciar esse fenômeno da natureza, é necessário derramar algumas gotas de suor e você tem duas opções:

1)      Deixar o carro no estacionamento e fazer uma trilha de 6 km, que passa por alguns riachos. No retorno, são mais 6 km de trilha, totalizando 12 km de caminhada.

2)      Avançar um pouco mais de carro e fazer uma trilha de 2,5 km. Nessa opção, o ideal é o carro ser um pouco mais alto, pois será necessário passar por cima de riachos. Em ambas as opções, você irá cortar o rio São Miguel por dentro de uma mata densa. No retorno, mais 2,5 km de caminhada, totalizando 5 km de trilha.

Cachoeira do Segredo

Dica:

Dependendo da época do ano a trilha deve ser feita com guias locais. Como o nível de água do rio pode subir, os guias sabem conduzir os visitantes com segurança. O recomendado é sempre verificar as condições antes de iniciar qualquer passeio.

Endereço: Estrada p/ Colinas do Sul.

Horário de funcionamento: Entrada – 8h às 18h30. | Preço: R$35,00.

Trilha: 8 km.

PARQUE NACIONAL – TRILHA DOS SALTOS

A trilha dos Saltos te levará ao cartão-postal da Chapada dos Veadeiros, o Mirante dos Saltos do Rio Preto.

Antes de optar pelo passeio, saiba que a extensão aproximada da trilha é de 11 km (ida e volta). A duração estimada é de 4h-6h, mas tudo vai depender do seu ritmo e tempo destinado para curtir as atrações.

Nesse passeio você irá conhecer o mirante da Cachoeira dos Saltos, poderá tomar banho na Cachoeira dos 30 metros e, por último, curtir as águas das Corredeiras. O nível do percurso completo é pesado, com muitas subidas e declives acentuados. Boa parte da trilha é feita debaixo do sol, em terreno acidentado e pedregoso, o que aumenta a sensação de cansaço. Se você optar apenas pelas Corredeiras, a dificuldade diminui para moderada.

Se as suas condições físicas são boas, não deixe de fazer esse passeio. Na ida, você irá passar pelo maior garimpo de cristal de quartzo da região quando estava em atividade (1912 a 1961).

Após 4 km de caminhada, chega-se ao Mirante do Salto de 120 m, onde é possível admirar a queda d’água do Rio Preto. Aproveite para tirar muitas fotos da queda ininterrupta de grande altura.

Mirante do Salto de 120 m

Caminhe por mais 800 metros, onde é possível alcançar a Cachoeira Salto de 80 m, conhecida como Garimpão. Lá, o banho é permitido em área limitada devido ao nível da água.

 

Aproveite a parada para descansar, tomar água e se alimentar. Tome um banho bem demorado, pois os próximos trechos serão bem intensos.

Após uma subida bem íngreme de cerca de 800 metros, siga 1,5 km até as Corredeiras do Rio Preto. O local é uma delícia, com “hidromassagens” formadas em suas pequenas quedas. Depois de caminhar durante tantos quilômetros, é impossível não relaxar em suas águas calmas.

Corredeiras do Rio Preto – Local delicioso para tomar banho

A trilha termina com mais 3 km até a entrada.

Dica:

– O Parque Nacional apresenta uma solução interessante para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. É possível visitar as Corredeiras por meio de uma trilha suspensa de 230 metros. Veículos particulares podem chegar até uma curta distância da entrada da atração. Clique aqui para acessar as normas para acesso.

Endereço: Rodovia GO 239, Km 36 – Vila de São Jorge, Alto Paraíso de Goiás.  A entrada do parque fica a 1km do centro de São Jorge.

Horário de funcionamento: Entrada – 8h às 12h / Saída – até 18h. | Preço: Entrada Gratuita.

Trilha: 11 km.

PARQUE NACIONAL – TRILHA DOS CÂNIONS

A trilha dos Cânions tem 12 km de extensão, sendo considerada de nível moderado forte.

A trilha é bem sinalizada e o tempo todo o visitante pode ir seguindo as setas vermelhas que indicam a direção certa. Apesar do percurso ser feito em um terreno cheio de pedras, não existem muitos aclives e diversos trechos são percorridos com sombras.

A trilha é bem sinalizada. Durante todo o percurso existem setas indicando o caminho certo.

Após 6km de trilha, chega-se à Cachoeira da Carioca.

Cachoeira da Carioca – Fonte: lh5.googleusercontent.com

Após cerca de 1 km de caminhada à direita, está localizado o Cânion II. Seu enorme poço de água é excelente para banho.

Endereço: Rodovia GO 239, Km 36 – Vila de São Jorge, Alto Paraíso de Goiás.  A entrada do parque fica a 1km do centro de São Jorge.

Horário de funcionamento: Entrada – 8h às 12h / Saída – até 18h. | Preço: Entrada Gratuita.

Trilha: 12 km.

LOQUINHAS

É uma fazenda privativa que conta com um percurso de sete cachoeiras. São cerca de 2 km de trilha, percorridos em uma espécie de madeira suspensa. O trajeto é todo envolvido por uma vegetação nativa, com vários animais no caminho.

Trilha Loquinhas

A cor predominante da água é um verde esmeralda e o lugar é excelente para curtir alguns pontos bem reservados.

A maioria das cachoeiras possui pequenas quedas d’água e poços para banho.

A última cachoeira do circuito é a mais visitada, ficando bem cheia durante o dia inteiro.

Última Cachoeira

Procure um dos belos poços menores e, consequentemente, mais vazios. É a única chance de curtir as piscinas naturais com um pouco mais de privacidade.

Diferente de vários passeios pela Chapada, na fazenda Loquinhas o turista conta com um banheiro na entrada e uma lanchonete com salgados e bebidas.

Endereço: Estrada de terra para a Fazenda Loquinhas. Desça a rua principal de Alto Paraíso, vire à esquerda no final dessa rua e passe pela Praça do Bambu. Vire a primeira à direita e depois a primeira à esquerda. Siga por estrada de terra até a entrada da fazenda particular. São apenas 4 km desde Alto Paraíso de Goiás.

Horário de Funcionamento: 08h às 18h. | Preço: R$ 25,00.

Trilha: 2 km (até a última cachoeira do percurso).

CACHOEIRA DOS CRISTAIS

É na verdade um complexo de cachoeiras, com sete diferentes quedas d’água: o Poço da Vovó, a Massagem, o Paraíso, o Recanto da Paz, as Corredeiras, o Segredo e, por último, o Véu de Noiva.

Véu de Noiva – Fonte: seumochilao.com.br

A trilha é curta, porém moderada e com subidas e descidas íngremes.

Endereço: GO 188 KM172 – Alto Paraíso de Goiás. Acesso pelo Camping Cachoeira dos Cristais.

Horário de funcionamento: 8h às 18:30h | Preço: R$ 10,00.

Trilha: 400 mt.

TRAVESSIA DAS SETE QUEDAS – PARQUE NACIONAL

A trilha por ser percorrida em dois ou três dias, se o visitante optar por permanecer um dia a mais no camping. O nível de dificuldade é pesado e a extensão aproximada é de 23,5 km.

O visitante irá encontrar cenários como campos rupestres, paisagens do cerrado e cânions exuberantes. É um passeio perfeito para observar a fauna e a flora da região.

Acesse aqui o Guia de Bolso da Travessia, feito pelo ICMbio. Todas as dicas essenciais para fazer a trilha estão descritas.

Obs: A trilha termina na beira da estrada, fora do Parque Nacional, a cerca de 12 km de São Jorge. Sendo assim, o visitante precisa contratar um serviço de traslado.

Endereço: Rodovia GO 239, Km 36 – Vila de São Jorge, Alto Paraíso de Goiás.  A entrada do parque fica a 1 km do centro de São Jorge.

Horário de funcionamento: Entrada – 8h às 12h / Saída – até 18h. | Preço: Entrada Gratuita.

Trilha: 23,5 km.

MACAQUINHOS

É um complexo de cachoeiras e poços de águas verdes e paredes de quartzito. São elas: Banho dos Macacos, Poço do Sereno, Banho Pelado, Poço do Jump, Cachoeira da Luz, Poço da Caverna e Cachoeira do Encontro.

Banho dos Macacos

Poço do Sereno

Poço da Caverna – Macaquinhos

São inúmeros pontos para banho, com passagem por pequenas, médias e grandes quedas d’água. A trilha até o último ponto é relativamente difícil, com a compensação da natureza exuberante.

A região conta até com uma cachoeira de nudismo, nomeada como Cachoeira do Banho Pelado. Por causa da sua localização em meio à mata fechada, é um local onde o nudismo é permitido. Trata-se de uma pequena cachoeira com direito a uma piscina natural de águas cristalinas.

O que fazer na Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Banho Pelado

A última cachoeira é a mais bonita de todas (Cachoeira do Encontro). Seu nome vem do fato da cachoeira ser formada por duas quedas, na união dos rios Macaquinho e Fundão.

Cachoeira do Encontro

Endereço: Acesso pelo km 151 da GO-118 p/ Brasília (Fazenda Santuário das Pedras).

Horário de Funcionamento: 8h às 17h | Preço: R$ 20,00.

Trilha: 2 km.

•CAVALCANTE•

A região é conhecida por sua beleza natural e riqueza da fauna e flora. O visitante poderá encontrar cachoeiras, trilhas, passeios entre serras, rios, cânions e águas termais.

SANTA BÁRBARA

A cachoeira de águas azul turquesa e chão de calcário está localizada dentro de uma comunidade quilombola (Kalunga), nos arredores de Cavalcante.

Todo o esforço para chegar ao paraíso é válido. É preciso percorrer 142 km de estrada desde Alto Paraíso de Goiás (ou 158 km de São Jorge) para chegar em Cavalcante. Por fim, é possível pegar um ‘’pau-de-arara’’ e alcançar um ponto próximo da cachoeira, mas ainda assim será necessário caminhar por cerca de 20 minutos.

O primeiro presente é a Cachoeira Barbarinha, que é uma versão menor da cachoeira Santa Bárbara. Apesar da pequena extensão, suas águas transparentes já impressionam os visitantes.

Cachoeira Santa Barbarinha

Águas transparentes

Siga o percurso e se depare com a exuberante Santa Bárbara. É impossível não se hipnotizar com a cor da água, num tom azul turquesa.

 

Aproveite para curtir a queda d’água, nadar, descansar às margens da cachoeira e observar a imensa conexão com a natureza.

Endereço: Cavalcante – GO, 73790-000.

Horário de funcionamento: 8h às 17h.

Preço: É obrigatória a contratação de um guia local. Logo na entrada da comunidade, um guia poderá ser providenciado no centro de visitantes. O valor gira em torno de R$ 70 para visitar a Santa Bárbara + Capivara. Se desejar incluir a Cachoeira Candaru, o valor pode chegar a R$ 110. O valor do ‘’pau de arara’’ é opcional (R$ 10).

Dica: Existe um limite diário de visitação. Se programe para chegar cedo na reserva, principalmente na alta temporada. Caso você chegue tarde, existe um grande risco de não conseguir visitar a principal atração da região.

Trilha: 4 km.

CAPIVARA

A cachoeira está localizada em Cavalcante, mais precisamente na Comunidade Kalunga do Engenho II.

A trilha de acesso é fácil e curta. A primeira parada é Poço do Peixe Frito, uma grande piscina natural com águas verdes. No local, uma imensa rocha com formato de peixe chama atenção dos visitantes.

 

O próximo ponto é a Cachoeira Capivara, com duas lindas quedas d’água bem distintas. O bacana é que elas formam o encontro de dois rios em um mesmo poço. A queda da esquerda é proveniente do Rio Tiririca e a queda da direita, proveniente do Rio Capivara. O local é excelente para banho!

Cachoeira Capivara

Endereço: Cavalcante – GO, 73790-000.

Horário de funcionamento: Não existe controle, mas o ideal é chegar a partir das 7h e sair às 17h (antes de escurecer). | Preço: Entrada Gratuita.

Trilha: 800 mt.

CACHOEIRA CANDARU

Está localizada a 22 km de Cavalcante. Para alcançar a cachoeira é preciso fazer uma trilha difícil de 4 km (ida e volta). Apesar do percurso não ser tão longo, o início da trilha é uma descida íngreme, escorregadia e com muitas pedras. Tenha muita calma e atenção.

Candaru

Não existe sinalização na trilha e a cachoeira não é tão turística. O segundo ponto é um fator positivo, pois são grandes as chances de ter a Candaru só para você e seus companheiros.

A cachoeira tem uns 70 metros de altura que fica entre duas piscinas naturais. Um cenário lindo de se ver.

Endereço: Povoado Kalunga, Cavalcante – GO.

Horário de funcionamento: Não existe controle, mas o ideal é chegar a partir das 7h e sair às 17h (antes de escurecer). | Preço: Entrada Gratuita.

Trilha: 4 km.

GUIA

A Chapada dos Veadeiros é lugar muito bonito, o que acaba nos deixando distraídos e empolgados com tantos cenários cinematográficos.  É importante tomar o máximo de cuidado possível, principalmente na época das chuvas, quando o volume de água aumenta.

É fortemente indicado o acompanhamento de um guia. Além de contribuir com a economia local, você acaba ajudando na preservação ambiental e previne acidentes.

Gilson Vasconcellos é um excelente guia da região e pode te acompanhar durante todos os passeios pela Chapada dos Veadeiros. Além de ser muito profissional, ele ressalta informações relevantes sobre a história da chapada, e da fauna e flora da região. Isso acaba enriquecendo o passeio e você tem a chance de obter informações interessante sobre cada atração visitada. Segue o seu celular (62 99662-8284 – Vivo), whatsapp (61 98108-8080) e Instagram (@gilsonguia_chapadadosveadeiros).

A Chapada é um local onde o sinal de celular é praticamente inexiste. Como muitas atrações ficam distantes e nem sempre existe sinalização, a presença de um guia será fundamental.

Posts Relacionados