A aproximadamente 100km de Santiago, está o Cajón Del Maipo. Uma região ainda pouco explorada pelo turista brasileiro e que surpreende seus visitantes com cenários compostos por vales, rios e montanhas. A opção perfeita para quem procura um passeio “mais natureza” e aventureiro.

O lugar é um destino frequente para os chilenos que buscam atividades de aventura e ao ar livre, como trekking, mountain bike, rafting, cavalgadas, pesca, escalada. Dentro dos seus principais atrativos, se encontram o Monumento Natural El Morado, as piscinas naturais de águas termais Baños Morales, Baños Colina e Termas del Plomo, e o Embalse el Yeso, principal fonte de água potável para a cidade de Santiago.

O rio Maipo, que dá nome a região, desce pelos pés da Cordilheira, formando uma paisagem diferente de tudo que você já viu.

cajon_red

Trecho da estrada em Cajón del Maipo

QUANDO IR

O passeio pela região não é aconselhável no ápice do inverno. Isso porque muitas estradas são estreitas e ficam fechadas por conta da neve. Vale consultar as condições antes de ir. Tirando essa questão, o lugar é lindo durante o ano inteiro, inclusive no verão.

COMO CHEGAR

placa_camino_volcan

Apesar da proximidade com Santiago, separe um dia inteiro para esse passeio.

Não é aconselhável explorar a região de transporte público. Isso porque existem poucas opções de ônibus e elas não possuem horários regulares. Além disso, essas linhas não levam a todas as atrações.

Se estiver indo de carro, a partir do centro de Santiago, siga a Av. Vicuña Mackenna, dobre na Av. Departamental até chegar na Av. La Florida. A partir daí, pegue em direção ao sul e siga direto, até chegar ao caminho El Volcán. Siga as placas que sinalizam seu destino final. É aconselhável que alugue um carro 4×4 para esse passeio, já que muitas estradas são de terra batida e esburacadas. Abasteça o carro em Santiago antes de sair, pode ser difícil achar um posto de gasolina dependendo da região que for passar o dia.

A opção mais indicada é fechar passeio com as agências de turismo. Entenda que nessa opção você terá que seguir o ritmo e horários de uma excursão, mas por outro lado não terá a preocupação de dirigir e se perder no caminho. Poucas agências oferecem o passeio Embalse el Yeso junto com águas termais. Isso se deve por conta da distância que um está do outro, deixando muito mais corrido o passeio. Por serem propostas diferentes, a maioria oferece o passeio para o Embalse em um dia e para Baños Morales e Colina em outro separado. Mas se você tem poucos dias na cidade e quer muito conhecer os dois, também é possível.

 

banner_mododica2

Entenda que esse é um passeio para um contato maior com a natureza. Como é um lugar ainda pouco explorado pelo turismo, não existe uma grande infraestrutura. Se você vai fazer o passeio para o Embalse el Yeso, por exemplo, é aconselhável levar bebida e sanduíches para passar bem o dia. Consulte com seu guia se ele levará lanche e bebida antes de ir. Como no chão tem muitas pedras, vá com calçados confortáveis. Leve protetor solar pois mesmo estando frio, o sol queima. Leve também um casaco, porque a temperatura pode variar muito e costuma, mesmo no verão, não ser alta.

banner_mododica_base

 

EMBALSE EL YESO

embalse

A 3000 metros de altitude está o Embalse el Yeso, um lago represado na Cordilheira dos Andes, com 253 milhões de metros cúbicos de água azul-turquesa. Fica a aproximadamente duas horas e meia de Santiago.

Se estiver de carro, a partir de San José de Maipo, siga pela rota G-25 até San Gabriel. A partir daí, siga o caminho pavimentado até cruzar a ponte El Yeso,onde a estrada passa a ser de terra e cascalho. Siga até chegar a Romeral. Pegue a rota G-455 com destino a Embalse El Yeso. Siga a estrada, margeando o rio Yeso até o Embalse.

Para chegar ao local, as estradas ficam mais estreitas e com pouca rota de tráfego de veículos, não há uma sinalização adequada, então é necessário dirigir com muito cuidado. É importante saber que as estradas, mesmo estreitas, tem intensa movimentação de caminhões.

O passeio feito pelas agências começa cedo. Eles buscam no hotel e leva cerca de 2 horas e meia de estrada até o destino final mais o tempo das paradas. Normalmente são duas paradas na ida: uma em San José del Maipo para quem quiser fazer um lanche ou usar o banheiro e outra para visita de um antigo túnel de trens.

Chegando no Embalse, você terá tempo para contemplação. A dica para quem faz o passeio, é caminhar pela estrada de terra para além de onde o tour faz a parada. A paisagem vai ficando cada vez mais bonita e dá para fazer altas fotos.

A maior parte das agências monta uma mesa de queijos e vinhos para acompanhar essa vista, já incluída no valor do passeio.

mariana_embalse

MONUMENTO NATURAL EL MORADO

turismoenchile_elmorado

Fonte: www.turismoenchile.cl

Protegida e administrada pela CONAF (Corporação Nacional Florestal), essa região se encontra a 93km de Santiago, próximo à Baños Morales. Conta com uma superfície de 3.009 hectáres, com uma flora de mais de 300 espécies. O Parque também possui uma rica fauna silvestre.

É uma das zonas das cordilheiras mais famosas do Cajón del Maipo e de grande interesse turístico, tanto por sua rica arquitetura natural, quanto por sua diversidade de flora e fauna, além de ser um lugar próprio para realização de atividades de aventura.

A recomendação é visitar esse local entre os meses de outubro e março. Por conta das condições climáticas, a maior parte do parque fica fechada durante o resto do ano.

Ao chegar em Baños Morales, deixe seu veículo estacionado para começar a caminhada. Depois de cruzar a ponte sobre o rio Morales, está a portaria onde vende o ingresso para entrada no parque.

A primeira trilha é uma caminhada até a área das Aguas Panimávidas (2,8km), que dura aproximadamente 1 hora, onde poderá se observar fontes permanentes de águas minerais. Continuando a caminhada e depois de percorrer 5km (2 horas aproximadamente), se encontra a lagoa El Morado. Também é possível ver ao norte o cerro Morado, a nordeste o cerro San Francisco e sua geleira. Se ainda tiver disposição, é possível continuar por mais 1km, observando o gelo em pleno verão, flores exóticas e rochas, até chegar aos pés da geleira San Francisco.

Se trilha não for seu forte, fazer metade do trecho já dá para ter uma ideia das belezas que existem nesse parque e vai render boas fotos.

Horário de Funcionamento: Entrada das 08:30 às 13h e saída até 18h.

Valor do ingresso: $5.000 (crianças e adolescentes de 6 a 18 anos pagam meia)

 

BAÑOS MORALES E BAÑOS COLINA

A vila Baños Morales fica a 92km de Santiago e está localizado no encontro dos rios Morales e Volcán, rodeada por montanhas. São duas piscinas de águas termais, ricas em iodo, cloro, sódio e potássio, com temperatura acima de 25oC e com profundidade entre 0,7 e 1,7 metros. Fica bem próximo ao Monumento Natural El Morado. Suas águas, com coloração de barro, são procuradas para ajudar a combater algumas doenças como reumatismo, artrite, infecções de pele.

Para chegar, siga a rota principal de San José de Maipo até o Camino al Volcán. Em San Gabriel, continue por 22km pela estrada de terra. Muitas placas ajudam a sinalizar o caminho.

Essa região é mais bem preparada para o turismo. Existem algumas opções para passar a noite, como albergues, residenciais, cabanas. Além disso, tem banheiros mais bem equipados.

turismoenchile_banosmorales

Baños Morales / fonte: turismoenchile.cl

Já em Baños Colina, a estrutura é mínima. O lugar é reservado, silencioso e fica aos pés dos Andes. Está localizado a 104km de Santiago e o banho em suas águas é uma experiência inesquecível. Nessas piscinas naturais, a água pode chegar até 70oC.

Apesar da curta distância entre Baños Morales e Baños Colina, a viagem entre um e outro pode levar até uma hora. Isso porque o trecho é uma estrada de terra com buracos e poças em algumas partes, deixando a viagem mais lenta.

Tarifa: $8.000,00 (crianças até 3 anos não pagam e até 13 anos paga meia).

termas_valle_colina

Baños Colina / fonte: www.laderasur.cl

Os dois lugares ficam abertos o ano inteiro, mas a recomendação é que a visita seja feita entre outubro e março. Fora desses meses, vale consultar as condições climáticas antes de ir.

TERMAS DEL PLOMO

-Cajon-del-Maipo-El-Plomo_red

fonte: www.enviajes.cl

As Termas del Plomo são piscinas naturais no meio da Cordilheira dos Andes, formadas por águas termais do vulcão San José. Estão localizadas a 68km de San José de Maipo.

Para chegar, você passará pelo Embalse El Yeso e mais adiante encontrará uma bifurcação, na qual deve seguir pela direita, com destino a Termas del Plomo. Desça e cruze o Estero Yeguas Muertas, seguindo pelo caminho sinalizado com pedras, que termina nas Termas. A partir de Romeral, o trajeto é mais lento, por conta das condições da estrada. Mais adiante, tome cuidado com as áreas de deslizamento.

No período da primavera e verão é possível mergulhar nas águas termais, contemplando a paisagem formada pela Cordilheira e suas montanhas cobertas de neve ao fundo. Durante o outono e o inverno, o acesso às Termas pode estar fechado por conta das condições climáticas.

banner_mododica2

Evite fechar passeios com agências pequenas. O que acontece é que, por serem pequenas, acabam se unindo a outras agências para realizar o passeio. Então muitas vezes, vendem uma programação para você, enquanto a outra vende uma proposta diferente para outro grupo.

É o caso, por exemplo, da Land Tours. Que vendeu apenas o passeio para Embalse de Yeso, se juntou com um grupo de outra agência, que por sua vez vendeu para o grupo Embalse de Yeso + visita à loja da vinícola Concha y Toro no mesmo dia. Acabou que todos, mesmo sem querer, tiveram que ir para Concha y Toro e o tempo de visita ao Embalse foi super corrido.

banner_mododica_base

 

 

Posts Relacionados